Manual Microestrutura e Nanotecnologia Química

PROCESSO PARA OBTENÇÃO DE NANOCOMPÓSITOS DE POLI (L-LACTÍDEO) SEM INERTIZAÇÃO E SOLVENTES

Nova tecnologia para produção de polímeros biodegradáveis possui um processo simplificado e contribui para a preservação do meio ambiente

Os polímeros biodegradáveis apresentam grandes vantagens em relação aos não biodegradáveis, no entanto seu processo de fabricação contém etapas que ainda podem ser aprimoradas. Em geral, processos de polimerização compreendem a inertização do meio reacional, com uso de gases e adição de solventes, etapas que podem demandar tempo, utilização de equipamentos específicos e, ainda, promover a emissão de agentes tóxicos ao meio ambiente.

Este novo processo obtém nanocompósitos de poli (L-Lactídeo) sem a utilização de gás de inertização do meio reacional e solvente, produzindo um material que pode ser aplicado como biomaterial na área de tecidos e embalagens. Além de ser simples e rápido, o processo ainda evita a emissão de resíduos tóxicos ao meio ambiente.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO:

Processo de simples execução
Não utiliza gás de inertização
Dispensa o uso de solventes
Evita a emissão de agentes tóxicos ao meio ambiente

INVENTORES:

RUBENS MACIEL FILHO

• Engenharia Química – Universidade Federal de São Carlos
• Mestre em Engenharia Química – UNICAMP
• Doutor em Engenharia Química – The University of Leeds, England, UK.
Atualmente é professor titular da UNICAMP.
ANDRÉ LUIZ JARDINI MUNHOZ
UNICAMP
MARIA INGRID ROCHA B. SCHIAVON
UNICAMP
ANA FLÁVIA PATTARO
UNICAMP
FACULDADE/INSTITUTO:
Faculdade de Engenharia Química – FEQ – UNICAMP

STATUS DA PATENTE:

Pedido de patente de invenção depositado junto ao INPI.
Código interno: 1027_PLLA

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5207

ESPAÇO PARA TEXTO EM INGLÊS

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: