NANOPARTÍCULAS POLIMÉRICAS À BASE DE poli(n-isopropilacrilamida) ou pNIPAM, NANOTERMÔMETRO LUMINESCENTE RACIOMÉTRICO E USOS

Novo nanotermômetro luminescente raciométrico para sondagem de temperatura em meio biológico

O monitoramento preciso e em tempo real da temperatura dentro do intervalo fisiológico, em muitos processos biológicos e biotecnológicos, é muito importante para avançar o entendimento sobre o diagnóstico precoce e tratamento médico de algumas doenças. Devido à natureza do contato, os sensores convencionais de temperatura são inadequados para medidas a nível celular. Para contornar esse problema, termômetros moleculares têm sido desenvolvidos e estudados devido as suas características de não invasão, alta sensibilidade, seletividade e detecção em tempo real se comparados aos sensores de temperatura convencionais.

A Unicamp desenvolveu um nanotermômetro luminescente raciométrico para sondagem de temperatura em meio biológico, incluindo meio intracelular, podendo se estender a sistemas aquosos em micro e nanoescala.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO:

Alta sensitividade térmica relativa
Aplicação em meio biológico e sistemas aquosos em micro e nanoescala
Fotoestabilidade superior
Respostas em diferentes magnitudes à temperatura

INVENTORES:

FERNANDO APARECIDO SIGOLI

• Químico – UNESP
• Mestre em Química – UNESP
• Doutor em Química – UNESP
Atualmente é professor associado – MS5.1 da Universidade Estadual de Campinas
ÍTALO ODONE MAZALI
UNICAMP
JOSIANE APARECIDA SOBRINHO
UNICAMP
FACULDADE / INSTITUTO
INSTITUTO DE QUÍMICA – IQ / UNICAMP

STATUS DA PATENTE:

Pedido de patente de invenção depositado junto ao INPI.
Código interno: 1211_NANOTERMOMETROS

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5013

BAIXAR PERFIL EM PDF:

Download PDF

ESPAÇO PARA TEXTO EM INGLÊS

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: