Engenharia química Química

Composição contendo extrato bruto de catuaba e nanopartículas de prata com atividade antimicrobiana

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

bacteria

Atividade antimicrobiana contra
cepas mais resistentes

graph

Redução da dose necessária

protection

Menos efeitos adversos

Associação de nanopartículas de prata e extrato bruto de catuaba promovem atividade antimicrobiana contra cepas mais resistentes

A procura por novos antimicrobianos se acentuou nos últimos tempos devido à frequência de microrganismos resistentes às drogas disponíveis no mercado. Nesse contexto, dois tipos de substâncias têm demonstrado potencial para combater tais empecilhos: as nanopartículas de prata, por possuirem um amplo espectro de ação antimicrobiana e os compostos de origem natural, que produzem metabólitos capazes de inibir o crescimento microbiano, evitando que a resistência ocorra.

 

Pensando nisso, uma parceria entre as universidades estaduais de Campinas (Unicamp), Londrina (UEL) e Maringá (UEM) originou uma formulação contendo nanopartículas de prata (bio-AgNP) e extrato bruto de Trichilia catiguá (catuaba) para aplicação nas indústrias farmacêutica e de formulações cosméticas. A associação entre esses dois compostos resultou em um efeito sinérgico, gerando uma atividade antimicrobiana mais expressiva em comparação à atividade dessas substâncias separadas, podendo beneficiar tanto humanos, quanto animais.

 

A combinação desenvolvida tem a vantagem de reduzir a dose dos compostos necessários, acarretando na diminuição dos custos de produção em escala laboratorial e na ocorrência de efeitos adversos. Além disso, devido aos diferentes mecanismos de ação dos compostos combinados, ela amplia o espectro de ação antimicrobiana, com destaque para a ação em cepas de Staphylococcus aureus, Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa.

INVENTORES:

Nelson Eduardo Durán Caballero

• Graduação em Química – Universidade Católica de Valparaíso (1967)
• Doutorado em Química – University of Porto Rico (1972)
• Professor convidado voluntário (aposentado) da Universidade Estadual de Campinas

Renata Katsuko Takayama Kobayashi
Departamento de Microbiologia – UEL

Audrey Alessandra Stinghen Garcia Lanni
Departamento de Ciências Farmacêuticas – UEL

Gerson Nakasato
Departamento de Microbiologia – UEL

João Carlos Pallazo de Mello
Departamento de Farmácia – UEM

Marcos Luciano Bruschi
Departamento de Farmácia – UEM

Ieda Spacino Scarminio
Departamento de Química – UEL

Isabela Pontes de Andrade
Departamento de Microbiologia – UEL

Sara Gonçalves Paschoal
Inventor Independente

Gabriela Fonseca Rocha Leonel Caetano
Departamento de Microbiologia – UEL

Sara Scandorieiro
Departamento de Microbiologia – UEL

Larissa Ciappina de Camargo
Departamento de Microbiologia – UEL

Faculdade/Instituto:
Instituto de Química – Unicamp
Parceiros:
Universidade Estadual de Londrina – UEL | Universidade Estadual de Maringá – UEM

STATUS DA PATENTE:

DEPOSITADO
CÓDIGO: 1282_CATUABA

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5013

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: