Biotecnologia Engenharia química Manual Química Química orgânica fina
1402_FLUORESCENTES

PROCESSO DE PRODUÇÃO DE NANOPARTÍCULAS FLUORESCENTES DE CARBONO A PARTIR DE DERIVADOS DA CANA-DE-AÇÚCAR E USO DESSAS NANOPARTÍCULAS

Processo simples, econômico e escalável de produção de nanopartículas fluorescentes de carbono

As nanopartículas fluorescentes de carbono vêm atraindo grande interesse devido às suas potenciais aplicações, com destaque para a biomarcação, bioimageamento, liberação controlada de fármacos, aplicações em dispositivos optoeletrônicos, como LEDs e lasers de comprimento de onda controlável, e na área de fotocatálise e energias renováveis. Entre as diversas propriedades, as mais atrativas são: baixo custo, são ambientalmente seguras, elevada solubilidade em água, robustez e inércia química, fácil modificação e resistência ao fotobranqueamento, além de poder substituir as nanopartículas semicondutoras tradicionais. A produção de nanopartículas fluorescentes de carbono por meio de derivados de cana-de-açúcar, particularmente o xarope de cana-de-açúcar apresenta a vantagem de utilizar uma fonte renovável, barata e com alta concentração de sais inorgânicos, os quais possibilitam a aceleração do processo de carbonização, reduzindo o tempo necessário para a formação dessas nanopartículas.

Pesquisadores da Unicamp desenvolveram um novo processo para a produção de nanopartículas de carbono fluorescentes a partir de derivados da cana-de-açúcar, como por exemplo, xarope, melaço, melado, dentre outros derivados dessa fonte renovável e de baixo custo, utilizando sistema simplificado resultando em uma suspensão laranja estável de nanopartículas capaz de emitir fluorescência verde quando irradiada por ultravioleta.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO:

Uso de fonte renovável de baixo custo
Facilmente escalável
Mais rápido e simples

INVENTORES:

Julio Roberto Bartoli
Julio Roberto Bartoli

• Graduação em Física – MACKENZIE
• Especialização em Curso de Metodologia e Prática Pesquisa Científica – USP
• Especialização em Mecânica dos Solos (Teoria e Laboratório) – USP
• Mestrado em Química – UNICAMP
• Doutorado em Polymer Engineeringa – UMIST, Grã-Bretanha
• Pós Doutorado – USP
Atualmente é Professor da UNICAMP.
Marco César Prado Soares
UNICAMP
Gabriel Perli
UNICAMP
Eric Fujiwara
UNICAMP
Cátia Cristina Capêlo Ornelas Megiatto
UNICAMP
Diego Luan Bertuzzi
UNICAMP
Carlos Kenichi Suzuki
UNICAMP
FACULDADE/INSTITUTO:
Faculdade de Engenharia Mecânica – FEM / UNICAMP
Faculdade de Engenharia Química – FEQ / UNICAMP
Instituto de Química – IQ / UNICAMP

STATUS DA PATENTE:

Pedido de patente de invenção depositado junto ao INPI.
Código interno: 1402_FLUORESCENTES

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5207

ESPAÇO PARA TEXTO EM INGLÊS

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: