Engenharia de Alimentos

Obtenção de Corante Natural

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

seeding

Processo verde, livre de solventes tóxicos

snap

Processo de fácil operação e
curto tempo de duração

extract

Utilização de matriz vegetal brasileira
e um subproduto da indústria de alimentos
como matéria-prima

Processo verde e sustentável obtém corante natural azul a partir do jenipapo

Pesquisadores da Unicamp obtiveram um corante natural azul extraído do jenipapo a partir de um processo simples, barato, de curta duração e sem o uso de solventes tóxicos. A tecnologia resulta em uma substância líquida e estável que pode ser aplicada em diversos produtos alimentícios, como iogurte, bebidas lácteas, sorvete, queijos, doces, pães e massas.

 

A invenção visa atender a uma demanda do mercado de alimentos pela substituição de corantes sintéticos por pigmentos naturais e funcionais, obtidos a partir de processos verdes e livres de solventes tóxicos. Embora os corantes naturais vermelho, amarelo e verde já sejam amplamente aplicados nos alimentos, o azul tem se mostrado um desafio devido às fontes naturais escassas e ao fato de não fornecerem um corante estável e com alto poder de tingimento.

 

Nesse sentido, o fruto brasileiro jenipapo é a alternativa mais promissora, pois propicia a obtenção de um corante azul que é estável a variações de pH e temperaturas. Entretanto, apesar da obtenção do pigmento de jenipapo já ser uma metodologia estabelecida, esta inclui a utilização de solventes tóxicos e diversas etapas, tornando o processo longo, de alto custo e de potencial risco para o consumidor.

 

A presente invenção, por sua vez, utiliza uma tecnologia que integra três etapas de processo em uma única fase e resulta em um corante estável a partir de matérias-primas acessíveis, sendo que, a etapa de estabilização garante a ausência de contaminação por microrganismos.

 

Adicionalmente, o processo é de fácil operação, menos dispendioso e de menor duração, gerando um corante azul intenso, estabilizado e pronto para aplicação em um curto espaço de tempo.

INVENTORES:

Maria Angela de Almeida Meireles Petenate

• Doutorado em Engenharia Química – Iowa State University (1982)
• Professora titular da Faculdade de Engenharia de Alimento da Universidade Estadual de Campinas

Eric Keven Silva
Faculdade de Engenharia de Alimentos – Unicamp

Maria Isabel Landim Neves
Faculdade de Engenharia de Alimentos – Unicamp

Monique Martins Strieder
Faculdade de Engenharia de Alimentos – Unicamp

FACULDADE/INSTITUTO:
Faculdade de Engenharia de Alimentos – Unicamp

STATUS DA PATENTE:

DEPOSITADO
CÓDIGO: 1588_CORANTE AZUL

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5013

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: