Engenharia Mecânica Tecnologia médica

Terapia muscular respiratória

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

snap

Compacto e de simples operação

controls-2

Paciente é capaz de definir a
carga de treinamento

lungs

Permite o treinamento inspiratório e
expiratório no mesmo equipamento

Dispositivo de fácil operação permite treinamento muscular inspiratório e expiratório no mesmo equipamento

Pesquisadores da Unicamp desenvolveram um aparelho para a terapia muscular respiratória (TMR) capaz de permitir o treinamento inspiratório e/ou expiratório no mesmo dispositivo. O equipamento visa resolver um problema apresentado pelos dispositivos de TMR disponíveis no mercado, que costumam ser descartáveis, possibilitam apenas um tipo de treinamento (inspiração ou expiração) ou não conseguem forenecer uma resistência precisa à passagem de ar.

 

A nova tecnologia tem aplicação no tratamento de pacientes com doenças respiratórias, como gripe, faringite, pneumonia ou tuberculose, e que dificultam ou impedem a oxigenação do sangue. Isso porque um dos principais impactos dessas patologias é a perda da força muscular respiratória, que acarreta na deficiência da variação do volume pulmonar e na renovação insuficiente de ar dentro dos pulmões.

 

Os dispositivos de TMR, por sua vez, auxiliam no tratamento desses pacientes exercendo resistência à passagem do ar expirado ou inspirado. Isso faz com que eles demandem maior força dos músculos respiratórios, o que, por consequência, promove o fortalecimento desses músculos.

 

O aparelho desenvolvido é compacto e de simples operação, apresentando apenas uma câmara e uma válvula acionada por mola, que permite que qualquer pessoa defina de modo preciso a carga de treinamento e a alteração dos exercícios. Tal característica é importante para o desenvolvimento das rotinas de treinamento, uma vez que parte da terapia é realizada em casa, sem a supervisão direta do profissional de saúde.

 

Outra vantagem do dispositivo é que ele possibilita somente um tipo de exercício por vez, pela inversão do lado onde o bocal é conectado, o que pode ser mais efetivo no fortalecimento da musculatura de inspiração e expiração. Além disso, sua geometria simples auxilia na limpeza e manutenção dos componentes, facilitando também o processo de fabricação.

INVENTORES:

Éder Sócrates Najar Lopes

• Graduação em Engenharia Industrial Mecânica pela Universidade Metodista de Piracicaba (2004)
• Mestrado (2009) e Doutorado (2013) pela Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Campinas
• Pós-doutorado (2015) pela The Ohio State University, OH – EUA
• Professor da Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade Estadual de Campinas

Arthur de Arruda Pelligrino
Faculdade de Engenharia Mecânica – Unicamp

André Luiz Jardini Munhoz
Faculdade de Engenharia Química – Unicamp

Carmen Silvia Passos Lima
Faculdade de Ciências Médicas – Unicamp

Luciana Campanatti Palhares
Hospital das Clínicas – Unicamp

Faculdade/Instituto:
Faculdade de Engenharia Mecânica – Unicamp

STATUS DA PATENTE:

DEPOSITADO
CÓDIGO: 1594_TMR

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5013

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: