Biotecnologia Química

Microdispositivo desenvolvido na Unicamp auxilia no desenvolvimento e escolha de fármacos

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

reuso

Dispositivo reutilizável

cancer

Analisa simultaneamente quatro tipos de células ou condições diferentes

snap

Viabiliza análise in situ e em tempo real

Tecnologia, reutilizável e econômica, é uma alternativa às desvantagens dos microdispositivos atualmente no mercado

A microfluídica é uma ciência que tem se mostrado promissora no estudo de sistemas complexos, possuindo ferramentas ideais para a criação e controle de gradientes de concentração e permitindo diferentes condições de cultivo celular. Por esse motivo, os dispositivos microfluídicos emergiram como uma opção para o estudo do comportamento das células em condições dinâmicas e em tempo real, auxiliando na compreensão dos mecanismos de doenças como o câncer e na aceleração da escolha por novos tratamentos. 

Como resultado, uma parceria entre a Faculdade de Engenharia Química e o Instituto de Biologia da Unicamp originou um dispositivo microfluídico para o estudo do comportamento celular na presença de fármacos e reagentes.O dispositivo microfluídico, que analisa o comportamento celular por imagem, representa uma alternativa às desvantagens dos microdispositivos atuais, como etapas complexas, baixo rendimento, irreversibilidade e dificuldade de esterilização, além de serem descartáveis e apresentarem elevado custo e tempo de fabricação.   

Dessa forma, a presente tecnologia trata-se de um dispositivo modular e selagem reversível, para aplicação em áreas como comunicação celular, estímulo e ensaio de transição celular, bem como seleção de fármacos, sem a utilização de muita amostra. Por ser de selagem reversível, é possível desmontar, higienizar e esterilizar o dispositivo após a sua utilização, o que permite recuperar as células e reutilizá-las diversas vezes, enquanto a quantidade de módulos disponíveis permite a análise de quatro tipos de células ou em quatro condições diferentes. 

Adicionalmente, a tecnologia viabiliza a análise simultânea de duas técnicas no mesmo microdispositivo, como análise in situ, realizada por meio do resíduo produzido pelas células presentes no microdispositivo, e em tempo real. Ainda, ela propicia a observação do comportamento celular sem o auxílio de marcadores fluorescentes para as células e, como possui um sistema de poços individuais no final de cada canal, permite a verificação por cada módulo do lactato liberado ao longo do tempo. 

INVENTORES

Lucimara Gaziola de La Torre
Lucimara Gaziola de la Torre

• Graduação em Engenharia Química (1994)
• Doutorado em Engenharia Química (2006)
• Docente na Faculdade de Engenharia Química da Unicamp
Franciele Flores Vit
Faculdade de Engenharia Química (FEQ)
Hernandes Faustino de Carvalho
Instituto de Biologia (IB)
Naiara Godoi
Faculdade de Engenharia Química (FEQ)
Rony Nunes
Instituto de Biologia (IB)

FACULDADE/INSTITUTO:

Faculdade de Engenharia Química (FEQ)

DETALHES

TÍTULO: Dispositivo microfluídico com selagem reversível para triagem de fármacos e comportamento celular
STATUS: DEPOSITADO
CÓDIGO: 1621_MICRODISPOSITIVO
Esta tecnologia foi desenvolvida em parceria com a FAPESP

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: