Pesquisadores da Unicamp desenvolvem aerogéis sustentáveis de elevada resistência e amplo potencial de aplicação na indústria e em ações ambientais

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

protection

Ao contrário dos tradicionais, o aerogel desenvolvido é biodegradável e sustentável

extract

Ele tem aplicações nas áreas ambientais e alimentícias, o que não é comum para esses materiais

profits

Ele apresenta propriedades mecânicas similares ou até mais elevadas que os aerogéis tradicionais

Graças às suas propriedades únicas, os aerogéis são considerados compostos de sofisticada elaboração, com potencial de revolucionar diversos setores da indústria e permitir tecnologias mais eficientes e sustentáveis. Aerogéis são materiais altamente porosos que podem ser obtidos a partir de um gel, substituindo o componente líquido por um gás. Por isso, eles são compostos extremamente leves, de baixa densidade, são isolantes térmicos e acústicos e têm alta capacidade de absorção de líquidos.

 

No entanto, sua aplicação em maior escala esbarra em certas limitações. Os processos de elaboração dos aerogéis são complexos e requerem conhecimentos avançados em química dos materiais, física e engenharia. Eles são obtidos a partir de várias matérias-primas (como sílica, polímeros e outros compostos, conforme as propriedades desejadas) e a maioria destes materiais não são biodegradáveis ou são sintetizados por vias inorgânicas não biocompatíveis. Portanto, não são uma alternativa sustentável.

 

Para contornar esses problemas, pesquisadores da Unicamp desenvolveram um aerogel com uma proposta sustentável, elaborado à base de amido de batata doce, com um resultado que alcançou propriedades mecânicas singulares, com uma estrutura interna de alta porosidade, baixa densidade aparente e elevada resistência à compressão. E com a vantagem de se tratar de uma matéria-prima biodegradável e mais amigável ao meio ambiente.

 

Essas características permitem que o aerogel desenvolvido seja aplicado, por exemplo, na área ambiental para a adsorção de poluentes de águas residuárias (remoção de corantes, fármacos, óleos, dentre outros de difícil retirada pelos métodos tradicionais de despoluição), na indústria (como uma alternativa sustentável ao isopor e às espumas sólidas sintéticas) e nas áreas de engenharia de tecidos e de cultivo, nas quais pode atuar como suporte a elementos estruturais, além de outras potenciais aplicações.

Problema Solucionado 

Os aerogéis até então desenvolvidos envolvem técnicas elaboradas, materiais inorgânicos ou não biodegradáveis, e portanto, não são uma solução sustentável. Eles possuem aplicações limitadas em campos como o ambiental e alimentício. A invenção desenvolvida contorna esses problemas com técnicas simples e matéria-prima totalmente natural.

 

Aplicações 

O aerogel com base em amido de batata doce pode ser usado como agente despoluente de águas residuárias e, na indústria, com alternativa ao uso do isopor e de espumas sintéticas, que não são ambientalmente amigáveis. Além disso, o invento tem aplicações na área de engenharia de tecidos e de cultivo celular.

INVENTORES

Carolina Siqueira Franco Picone

• Graduação em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (2005)
• Mestre em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (2007)
• Doutora em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (2012)
Ana Clara Troya Raineri Fiocco
Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA)
Rafael Contatori Dos Santos
Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA)
Patricia Prediger
Faculdade de Tecnologia (FT)
Natchelie Pereira da Costa Santos
Faculdade de Tecnologia (FT)

FACULDADE/INSTITUTO:

Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA)

DETALHES

TÍTULO: Aerogéis à base de amido de batata doce, método de produção e uso dos mesmos
STATUS: DEPOSITADO
CÓDIGO: 1879_AEROGEL

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: