Microbomba eletromagnética desenvolvida na Unicamp proporciona vazões mínimas de fluidos com elevada precisão e alta portabilidade de aplicações

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

controls-2

Proporciona vazões menores do que as de outros dispositivos

settings

Maior portabilidade de uso, sendo facilmente integrada a outros dispositivos

research

Maior potencial de usos e aplicações em virtude das vantagens agregadas

Dispositivos microfluídicos são sistemas que controlam pequenas quantidades de fluido. Dentre eles incluem-se as microbombas eletromagnéticas, que são projetadas para bombear pequenas quantidades de fluidos (em geral na faixa de microlitros a picolitros). Elas são acionadas por forças eletromagnéticas, ou seja, a energia elétrica aciona mecanismos para impulsionar o fluido pelo seu sistema microfluídico. Suas aplicações são comuns em numerosas áreas, como biologia, química, medicina, análise clínica, diagnóstico, física, entre outras.

 

Microbombas acionadas eletromagneticamente já existem, mas apresentam limitações quanto às suas vazões mínimas e à sua portabilidade. Visando contornar essas restrições, um grupo de pesquisadores da Unicamp desenvolveu uma microbomba de diafragma com atuação eletromagnética com capacidade de proporcionar vazões menores do que as que atuam de forma pneumática.

 

O dispositivo pode ser utilizado em aplicações que demandam o bombeamento de quantidades menores de líquidos e, além disso, apresenta uma portabilidade relativamente simples, necessitando de pouco espaço e sendo facilmente integrada a outros dispositivos.

 

Para proporcionar esses avanços, os pesquisadores desenvolveram um processo de produção e um novo componente para ser integrado à microbomba cujas propriedades mostraram-se benéficas para o alcance dos objetivos desejados.

Problema Solucionado 

A microbomba eletromagnética desenvolvida tem capacidade de proporcionar vazões menores do que as oferecidas por outros dispositivos, além de ter maior portabilidade em relação às já existentes.

 

Aplicações 

O dispositivo desenvolvido tem potencial de aplicação em diversas áreas, como biologia, química, medicina, análise clínica, diagnóstico, física, entre outras.

INVENTORES

Eurípedes Guilherme de Oliveira Nóbrega

• Graduação em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1973)
• Mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal da Paraíba (1979)
• Doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (1992)
Camila Dalben Madeira Campos
Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM)
Stanislav Moshkalev
Centro de Componentes Semicondutores (CSS Nano)
Alexander Flacker
Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC)

FACULDADE/INSTITUTO:

Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM)

DETALHES

TÍTULO: Processo para a produção de uma membrana de poliuretano-acrilato, membrana de poliuretano-acrilato, uso da mesma, processo de produção de uma microbomba de diafragma com atuação eletromagnética e microbomba de diafragma com atuação eletromagnética
STATUS: DEPOSITADO
CÓDIGO: 527_MICROBOMBA
Esta tecnologia foi desenvolvida em parceria com a FAPESP

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: