Pesquisadores da Unicamp desenvolvem dispositivo para reabilitação oral em pacientes com regiões ósseas atróficas

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

esferas-conectadas-por-linhas

Adaptação eficaz ao tecido ósseo (mandibular ou maxilar)

research

Tecnologia personalizada, com base em dados de radiografias e tomografias

precision

Redução de riscos e complicações devido à adaptação precisa ao osso

Os implantes odontológicos, para serem inseridos, necessitam de uma quantidade adequada de altura e espessura óssea. Para pacientes com deficiência de tais características, os enxertos ósseos são imprescindíveis. No entanto, pessoas com insuficiência óssea – como atrofias, seio maxilar volumoso e altura do nervo alveolar próximo à crista óssea – tornam o processo desafiador, já que, em alguns casos, não é possível a utilização desses enxertos.

 

Nesse contexto, a odontologia enfrenta desafios na colocação de implantes tradicionais em pacientes com regiões ósseas atróficas, caracterizadas pela diminuição da largura óssea, tanto na maxila quanto na mandíbula.

 

Para superar esses obstáculos, pesquisadores da Unicamp desenvolveram um dispositivo intraoral com encaixe que viabiliza a reabilitação oral nesses pacientes. A tecnologia é aplicada em regiões onde a quantidade óssea é insuficiente para a colocação dos implantes tradicionais. Com isso, permite a fixação de coroas protéticas em regiões que anteriormente não conseguiam ser reabilitadas. 

 

A invenção pode ser personalizada para atender cada caso individual, já que é desenvolvida a partir de dados adquiridos por exames – radiografias panorâmicas ou tomografias – dos pacientes.

Problema Solucionado 

A tecnologia permite a reabilitação oral em regiões antes consideradas impraticáveis para implantes convencionais. Também supera as limitações e os riscos associados a eles, pois seu formato proporciona suporte sólido e adaptação ao osso. A abordagem personalizada, baseada em dados radiográficos, não apenas facilita a aplicação, mas também preserva a segurança do paciente.

 

Aplicações 

Implantes dentários em áreas com quantidade insuficiente de osso.

INVENTORES

Antonio Celso Fonseca de Arruda

• Graduação (1972) em Engenharia Mecânica pela Unicamp
• Mestrado (1975) e Doutorado (1978) em Engenharia Mecânica pela Unicamp
• Docente na Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp
Luiz de Camargo Cardoso
Faculdade de Engenharia Mecânica
Cecília Amélia de Carvalho Zavaglia
Faculdade de Engenharia Mecânica
Guinea Brasil Camargo Cardoso
Faculdade de Engenharia Mecânica

FACULDADE/INSTITUTO:

Faculdade de Engenharia Mecânica

DETALHES

TÍTULO: Dispositivo com encaixe para prótese em região atrófica desdentada
STATUS: DEPOSITADO
CÓDIGO: 607_SELA

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: