PROCESSO E SISTEMA FERMENTATIVO INTEGRADO DE PRODUÇÃO E REMOÇÃO DE ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO A PARTIR DE PENTOSES, E ETANOL ASSIM OBTIDO

Sistema e processo integrado de produção do etanol, no qual o comportamento cinético de cultura microbiana maximiza o consumo de pentoses e aumenta a produção de etanol

A tecnologia se refere a um sistema integrado de produção e extração simultânea do etanol, no qual o comportamento cinético de certa levedura maximiza o consumo de pentoses e aumenta a produção de etanol. A estratégia de fermentação permite o controle da velocidade específica de crescimento celular através do reciclo total do microrganismo, o controle da taxa de alimentação de substrato, assim como, do acúmulo de sub-produtos indesejáveis no sistema.

Somando-se a isso, o etanol é continuamente extraído a vácuo, o que evita que elevadas concentrações de etanol se acumulem no meio fermentativo e afete a atividade dos microrganismos. As estratégias em conjunto maximizam o desempenho da produção de etanol possibilitando obter altos rendimentos e produtividades.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO:

Biomassa lignocelulósica
Controle de velocidade de alimentação de substrato
Fermentação e extração de álcool concomitantemente
Aumento da produtividade e rendimento de etanol

INVENTORES:

FRANCISCO MAUGERI FILHO

• Eng. de Alimentos – UNICAMP
• Doutorado – Institut National des Sciences Appliquées
• Pós-Doutorado – University of Reading
Atualmente é Professor Titular da Faculdade de Engenharia de Alimentos da UNICAMP
 DANIELE FARIAS
UNICAMP
FACULDADE/INSTITUTO:
Faculdade de Engenharia de Alimentos – (UNICAMP)

STATUS DA PATENTE:

Pedido de patente de invenção depositado junto ao INPI.
Código interno: 915_VOLATEIS

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5207

ESPAÇO PARA TEXTO EM INGLÊS

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: