Programa de Computador Software

Risco de pé diabético

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO

controls-2

Classificação de risco alto e baixo

account

Informações preenchidas pelo usuário

workflow

Fornece instruções de cuidado com o pé

Tecnologia desenvolvida na Unicamp avalia risco de pacientes desenvolverem pé diabético

Um aplicativo desenvolvido na Unicamp auxilia pacientes com diabetes na determinação dos riscos de desenvolverem o pé diabético, complicação caracterizada por feridas que podem evoluir para a amputação. A tecnologia atua fornecendo a probabilidade de o paciente ter Alto ou Baixo risco de apresentar a complicação, a partir de informações preenchidas pelo próprio usuário e técnicas de inteligência artificial e aprendizagem de máquina. 

Em contrapartida, o aplicativo armazena as informações do paciente na nuvem, tanto para que seja formado um banco de dados, quanto para que elas sejam analisadas por especialistas. Além disso, ele retorna um relatório técnico com instruções sobre como realizar o autocuidado com os pés e reduzir os riscos do paciente. 

INVENTORES

Maria Helena Baena de Moraes Lopes

• Graduação em Enfermagem (1981)
• Doutorado em Genética e Biologia Molecular (1994)
• Professora Titular na Faculdade de Enfermagem (Unicamp)
Ana Cláudia Barbosa Honório Ferreira
Faculdade de Enfermagem (FENF-Unicamp)
Igor Carvalho de Resende
Universidade Federal de Lavras
Felipe Oliveira Chiarini
 Universidade Federal de Lavras
Danton Diego Ferreira
Universidade Federal de Lavras
Bruno Henrique Groenner Barbosa
Universidade Federal de Lavras

FACULDADE/INSTITUTO:

Faculdade de Enfermagem (Unicamp)

PARCEIRO:

Universidade Federal de Lavras

DETALHES

TÍTULO: CARPeDia2
STATUS: CONCEDIDO
CÓDIGO: PC214_CARPEDIA2 (BR 512020002819 5) | PC175_CARPEDIA (BR 512019002989 5)

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: