Manual Maquinaria elétrica, Aparelhos, Energia

MÉTODO DE PROTECÃO DE DISTÂNCIA PARA LINHAS DE MEIO COMPRIMENTO DE ONDA E USO DO MESMO

Método utiliza meios de correção para calcular e corrigir as impedâncias aparentes. a fim de gerar corretamente zonas de proteção de distância

Atualmente, a proteção de distância tradicional não é adequada para proteger uma linha de transmissão muito longa (1000-3000 km), pois cobre apenas a seção inicial da linha. As impedâncias aparentes calculadas pelo relé não correspondem a curvas lineares para faltas ao longo da linha.

O novo método capaz de fazer a correção das impedâncias aparentes para posterior aplicação da proteção de distância convencional. Utilizando-se de meios de correção para calcular as impedâncias aparentes, a invenção permite gerar corretamente zonas de proteção de distância. Além disso, o método utiliza quadripolos trifásicos para detectar defeitos no meio da linha e para identificar se a falta está dentro ou fora da linha.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS DA INVENÇÃO:

Proteção de distância em linhas muito longas
Correção das impedâncias aparentes
Comportamento linear e crescente em linhas maiores do que 700 km
Aplicação em linhas de qualquer comprimento, com ou sem compensação

INVENTORES:

Maria Cristina Dias Tavares
MARIA CRISTINA DIAS TAVARES

• Engenheira Elétrica • UFRJ
• Mestrado em Engenharia Elétrica • UFRJ
• Doutorado em Engenharia Elétrica· UNICAMP
• Pós-Doutorado – USP
Atualmente atua como Professora e Pesquisadora na graduação e pós-graduação da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da UNICAMP
RENZO GROVER FABIÁN ESPINOZA
UNICAMP
FACULDADE/INSTITUTO:
Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação FEEC – UNICAMP

STATUS DA PATENTE:

Pedido de patente de invenção depositado junto ao INPI.
Código interno: 882_TRANSMISSÃO

MAIS INFORMAÇÕES:

parcerias@inova.unicamp.br

(19) 3521.2607 / 5207

ESPAÇO PARA TEXTO EM INGLÊS

COMPARTILHE:

TECNOLOGIAS RELACIONADAS: